PLUS MEDICINA DO TRABALHO
ÁREA EXCLUSIVA DO CLIENTE
AGENDAMENTOS E LAUDOS

SERVIÇOS a PLUS MEDICINA DO TRABALHO

NOSSOS SERVIÇOS:
A Plus Medicina do Trabalho e Engenharia de Segurança oferece serviços diferenciados com qualidade, transparência e pontualidade. Em parceria conosco, sua empresa estará por dentro de todas as exigências do Ministério do Trabalho, reduzindo, comprovadamente, as ações trabalhistas e o absenteísmo. Entre em contato conosco.

Contamos com uma equipe integrada de Advogados, Médicos do Trabalho e Engenheiros de Segurança que acompanham ações judiciais atuando na solução de problemas como:
- Alegação de doenças oriundas do trabalho;
- Indisciplinas;
- Queixas trabalhistas em geral.

Como trabalhamos de forma diferenciada, eliminamos estes problemas no ato da demissão, evitando assim processos trabalhistas.

Contamos com:

- Dois endereços para melhor atendê-lo;
- Médico e Fonoaudióloga das 8 às 17h;
- Preço competitivo em todos os nossos serviços;
- Nível de Rejeição próximo de zero.

Voltar ao Topo

PCMSO

O PCMSO e constituído por pasta identificadora da empresa,com seu respectivo cronograma de exames clinicos e complementares a serem cumpridos,além de relatório anual para sua renovação.

O PCMSO deve incluir, entre outros, a realização obrigatória dos exames médicos:
a)Admissional;
b)Periódico;
c)de retorno ao trabalho;
d)de mudança de função;
e)Demissional.

Voltar ao Topo

PPRA

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais( PPRA) é uma análise das condições do ambiente de trabalho, levando-se em contas os riscos:

FÍSICOS: ruído, vibrações, pressões anormais, temperaturas extremas, radiações ionizantes, radiações não ionizantes, bem como o infra-som e o ultra-som.
QUIMICOS: poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases ou vapores,que penetram no organismo por inalacão ou pela pele.
BIOLÓGICOS: bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus.
ERGONÔMICOS : postura e condições de trabalho.

O PPRA deverá conter:

a) planejamento anual com estabelecimento de metas, prioridades e cronograma;
b) estratégia e metodologia de ação;
c) forma do registro, manutenção e divulgação dos dados;
d) periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA.

Voltar ao Topo

PPP

O Perfil Profissiográfico Previdenciário é uma norma imposta pelo INSS, que entrará em vigor a partir de julho de 2003.

Para a empresa homologar a demissão de um funcionário ou encaminhá-lo ao INSS, seja por: auxílio doença, maternidade ou acidente do trabalho é necessário o preenchimento desse perfil.

Para elaboração do perfil é necessário coletar os dados do PCMSO (NR7) e do PPRA (NR9), devendo conter a assinatura do Médico do Trabalho, Engenheiro de Segurança e do Responsável pelo R.H. da empresa

Voltar ao Topo

CIPA

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes ( CIPA NR5)- tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.

Toda a EMPRESA é obrigada por lei a constituir a CIPA, caso não se enquadre no quadro de dimensionamento da CIPA, o empregador deverá designar e treinar no mínimo 01 funcionário para cumprir os designos da CIPA.

Voltar ao Topo

BRIGADA DE INCÊNDIO

Disposições gerais.

Todas as empresas deverão possuir:
a) Proteção contra incêndio;
b) Saídas suficientes para a rápida retirada do pessoal em serviço, em caso de incêndio;
c) Equipamento suficiente para combater o fogo em seu início;
d) Pessoas treinadas no uso correto desses equipamentos.


Dispomos de treinamentos específicos por pessoas qualificadas que treinam e habilitam os funcionários na própria empresa

Voltar ao Topo

LAUDOS

As Norma Regulamentadoras visam estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.

As condições de trabalho incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais, ao mobiliário, aos equipamentos e às condições ambientais do posto de trabalho, e à própria organização do trabalho.


Em uma visita a empresa o Eng. de Segurança avalia a existência ou não de atividades ou operações insalubres, e as medidas que devem ser tomadas para redução dos níveis acima dos Limites de Tolerância determinados pelo MTb.

Entende-se por "Limite de Tolerância", para os fins destas Normas, a concentração ou intensidade máxima ou mínima, relacionada com a natureza e o tempo de exposição ao agente, que não causará dano à saúde do trabalhador, durante a sua vida laboral.

O exercício de trabalho em condições de insalubridade, assegura ao trabalhador a percepção de adicional sobre o salário mínimo da região, equivalente a:

-40% (quarenta por cento), para insalubridade de grau máximo;
-20% (vinte por cento), para insalubridade de grau médio;
-10% (dez por cento), para insalubridade de grau mínimo;

Voltar ao Topo





Copyright © 2007, Plus Medicina do Trabalho. Todos direitos reservados.